Sexta, Novembro 24, 2017
   
Texto
      

Varejo

Cuidados nas compras de Natal e previsões para 2014

Por Paulo França (*), MTB 6194-DF, da Agência Internacional de Notícias Soeconomia (**)

Publicado em 09 de dezembro de 2013  –  12h14min

Artigo inicialmente publicado na edição 561 do Jornal da Liberdade (www.jornaldaliberdade.inf.br)

Esse mês de dezembro é um período corrido, pois além das nossas atividades profissionais e pessoais normais, estamos participando de diversas festas, fazendo as compras de Natal, escolhendo para onde vamos no réveillon e para alguns pensando nas férias de janeiro de 2014.

Os apelos para que você gaste bastante no final de ano são imensos, pois principalmente os grandes varejistas fazem promoções irresistíveis, como sorteio de carros, viagens para o exterior e até um concurso para ganhar um prédio inteiro, com valor de R$ 1 milhão, que é uma promoção de uma das mais sucedidas lojas varejistas do Brasil.

Eu concordo que as festas de final de ano são uma ótima opção para relaxarmos, compensarmos todas as dificuldades que tivemos em 2013 e unirmos a família. Apesar disso TOME CUIDADO! Em janeiro você terá uma série de despesas concentradas: vencimento dos cartões de crédito que você usou para fazer as compras de dezembro; pagamento de IPTU, despesas das escolas dos filhos (matricula, material escolar e uniforme), dentre outras saídas previstas da sua conta bancária. Procure optar por dar presentes mais modestos neste final de ano para familiares. Se você quer comprar o smartphone ou tablet dos seus sonhos, trocar de carro ou adquirir aquela super TV moderna para assistir a Copa 2014, procure comprar à vista com desconto, ou se não puder, analise se as parcelas do crediário poderão ser suportadas pelos seus rendimentos futuros.

Entrevista da Profa. Dra. Celina Ramalho sobre Previsões para 2014

Leia mais: Cuidados nas compras de Natal e previsões para 2014

 

Feira em Düsseldorf na Alemanha aponta tendências para o varejo mundial

Por Paulo França (*) da Agência Soeconomia (**)

Publicado em 05/09/2013 – 10h02min

Euroshop  2014 baterá todos os recordes e projetará o futuro do mercado varejista mundial

Os promotores da EUROSHOP 2014 - maior feira mundial do comércio varejista -  acreditam que a 18ª edição, que será realizada entre 16 e 20 de fevereiro do próximo ano em Düsseldorf/Alemanha, continuará mantendo contínuo crescimento e dará uma segura projeção do futuro desse mercado.

A feira, voltada para todos os segmentos do varejo, é realizada a cada três anos. Na última edição, em 2011, abrangeu 15 pavilhões que totalizaram 108 mil metros líquidos de exposição, abrigando  2.036 expositores de 53 países e recebeu  107,2 mil visitantes, 60% dos quais internacionais. Para a próxima edição, apesar das dificuldades econômico-financeiras que afetam a maior parte do Planeta, os realizadores da EuroShop 2014 estão otimistas de que atingirão desempenho superior à de 2011, em razão do grande número de espaços já negociados com empresas de todo o mundo, incluindo o Brasil,bem como pelo volume de inscrições para a programação dos diversos fóruns e eventos técnicos e mercadológicos que serão promovidos em paralelo à feira.

Da esquerda para direita: Elke Moebius, Lauri Muller, Paulo França e Ulrich Spaan 

Leia mais: Feira em Düsseldorf na Alemanha aponta tendências para o varejo mundial

 

ACSP prevê crescimento das vendas no varejo em 2013, mas aponta entraves na infraestrutura e na educação

Por Paulo França (*) -  Publisher da Agência Soeconomia (**)

Publicado em 18/12/2012 – 14h26min                                   

O presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Rogério Pinto Coelho Amato, filho do grande empresário Mário Amato, que deixou boas recordações para a história empresarial do Brasil, e o economista e superintendente institucional da ACSP, Marcel Solimeo, receberam hoje (18/12) jornalistas para o tradicional almoço e coletiva de imprensa de final de ano.

 

Entrevista do Marcel Solimeo para Paulo França da Agência Soeconomia TV  

Leia mais: ACSP prevê crescimento das vendas no varejo em 2013, mas aponta entraves na infraestrutura e na educação

   

Busca

REDES SOCIAIS

Anunciantes